Localização

No coração de Lisboa

GPS: Lat (N) 38,713; Lon (W) -9,141  

Morada:
Rua do Duque, 26 · 1200-159 Lisboa

Direcções · Como chegar - Clique aqui

  

 

Como chegar:

Do aeroporto até à Casa Balthazar são cerca de 8km. Se vier de taxi, demorará no máximo 20 minutos e o custo final ronda os 15€ dependendo do trânsito e da bagagem.

Vindo de carro, dirija-se à zona da Baixa/Chiado. A Rua do Duque fica entre o Largo do Carmo e a Estação de Comboios do Rossio.

Utilizando o Aerobus/metro, saia nos Restauradores e entre na Estação de Comboios do Rossio. Aí, pode usar as escadas rolantes ou o elevador para subir. Volte a sair da estação e suba parte da Calçada do Carmo. A meio desta, irá ver a Rua do Duque do seu lado direito. Estamos no nº 26.


Transportes

Estação de Comboio do Rossio - a 2 minutos a pé. 

Metro - A menos de 50 metros da Casa Balthazar (a cerca de 3 minutos a pé) tem ainda a Estação de Metro dos Restauradores (linha azul) e a Estação de Metro do Rossio (linha verde), de onde se poderá deslocar facilmente para vários pontos da cidade.  

 

OS ARREDORES

 

 

A pé pela Historia

Quando começar a conhecer Lisboa, vai reparar que é uma cidade de lendas e mistérios. Diz-se que Lisboa começou por se erguer há milhares de anos atrás, quando Ulisses, o herói mítico da Odisseia de Homero, chegou de navio a uma imensa planície habitada apenas pela deus que se apaixonou pelo viajante. Quando Ulisses partiu, a deusa correr para o mar, em forma de serpente para encontrar o seu amor. Quando não o conseguiu encontrar, morreu de desgosto e transformou-se em pedra, formando assim as Sete Colinas de Lisboa. Lisboa é uma caminhada de história sobre amor, santos e igrejas. 

1 - Chiado: A 3 minutos a pé.
A zona do Chiado é, hoje em dia, uma grande área comercial como todo o tipo de animação de rua. Aqui pode encontrar hotéis, teatros, bibliotecas, museus, restaurantes e o lugar onde Portugueses famosos, como Fernando Pessoa e Eça de Queiroz, costumavam frequentar.
Esta área tem aquele “je ne sais quoi” que não pode ser explicado… só sentido! É possível encontra-lo em edifícios e senti-lo na história de devastador incêndio de 1988. 

2 - Convento do Carmo: A 2 minutos a pé.
Este monumento Gótico, ou o que resta dele, foi fundado por Nuno Alvares Pereira, o comandante que se tornou membro da Ordem Carmelita. A construção terminou em 1423 e é, até hoje, a maior igreja de Lisboa.

3 - Estação do RossioA 2 minutos a pé.
Neomanuelina, a estação de comboios do Rossio é um monumento impressionante, que se situa entre a Praça do Rossio e os Restauradores, e foi projectado pelo arquitecto José Luis Monteiro. As oito portas combinam com as nove janelas e com o relógio incrivelmente decorado, situado no topo da fachada.
Construída em 1886/87, a estação foi recentemente renovada: olhe para o tecto e deslumbre-se.
Das plataformas da estação, que estão cerca de 30 metros acima da entrada principal, partem os comboios para a encantadora região de Sintra. 

4 - Rossio: A 5 minutos a pé.
A praça do Rossio é umas das mais bonitas de Lisboa. As pessoas que por ela passam todos os dias, correndo para ir trabalhar, raramente notam a beleza em volta delas. O Rossio é mais do que a beleza dos seus monumentos e das suas fontes, ou da sua história fascinante. O Rossio é um livro vivo.
Recentemente renovado, não perdeu o seu misticismo. Sinta-o no Teatro Nacional D. Maria II, onde muitas peças foram, e são, representadas e vistas por reis e rainhas. No meio da praça está uma estátua de D. Pedro IV e, aos seus pés, quatro figuras femininas que representam a Justiça, a Sabedora, a Força e a Temperança – qualidades que lhe foram atribuídas. 

5 - Praça da Figueira: A 5 minutos a pé. 
Por volta do século XIX, a Praça da Figueira foi o centro das Festas dos Santos Populares e, de dia, funcionava como um mercado. Hoje, a realidade da Praça da Figueira é bem diferente: o mercado aberto deu lugar a lojas, hotéis e cafés, e no meio está uma estátua de D. João I.
A Praça da Figueira é também um ponto de passagem muito movimentada, localizada entre o Rossio e o Martim Moniz, e inclui todo o tipo de transporte, desde o metro, autocarros e eléctricos que o levam a todos os cantos da cidade.
Uma vez aqui, não deixe de visitar a Confeitaria Nacional, a mais antiga Confeitaria Lisboeta. 

6 - Avenida da Liberdade: A 6 minutos a pé.
Lojas, hotéis, teatros… Aqui encontra tudo e mais alguma coisa! Esta é a Avenida da Liberdade, sinonimo de elegância, estilo e movimento… Uma veia viva que liga o Marquês de Pombal à baixa de Lisboa.
Uma vez que este é um lugar agradável para passear, nãos se esqueça de olhar com atenção para o que o rodeia, e observe as lojas de alfaiate antigo, misturadas entre as marcas internacionais desde a Prada, Miu Miu a Burberry’s. 

7 - Elevador da Gloria: A 6 minutos a pé.
O Elevador da Glória é um dos poucos elevadores restantes em Lisboa e está localizado no centro, na Praça dos Restauradores, fazendo a ligação entre esta Praça e o Bairro Alto, numa jornada de 265 metros.
Ao sair do elevador, no lado direito ergue-se o Miradouro de S. Pedro de Alcântara, com uma excelente vista sobre o centro de Lisboa e o mágico Castelo de S. Jorge. Do outro lado da rua, na Rua de S. Pedro de Alcântara, está o Instituto de Vinho do Porto, onde pode provar e comprar uma grande variedade de vinhos. 

8 - Praça do Comércio: A 7 minutos a pé.
É fácil descrever a Praça do Comercio, também conhecida como Terreiro do Paço, em apenas uma palavra: WOW! Esta é uma das praças mais majestosas de Lisboa onde, em tempos, foi a principal entrada da marítima da cidade. As escadas de mármore que saem do Rio ainda são possíveis de ver. O nome Terreiro do Paço é uma referência ao Palácio que aqui esteve durante 400 anos, até que o Terramoto de 1755 destruiu quase toda a cidade. 

9 - Alfama: A 8 minutos a pé.
Visitar Alfama é o mesmo que visitar a arquitectura, os sonos e os cheiros de Lisboa antiga. Este é um dos bairros mais típicos de Lisboa. Nas suas ruas estreitas e sinuosas pode encontrar o tesouro escondido de Alfama, e nas suas ingremes escadas poderá respirar a alma de Lisboa.
Reconstruida pela população do local, depois do terramoto de 1755, Alfama correu o risco de ser demolida, o que felizmente não aconteceu uma vez que esta zona da cidade foi considerada um livro de história viva, onde o passado se mistura com o presente…. 

10 - Castelo de S. Jorge: A 30 minutos a pé da Casa Balthazar ou a 10 minutos de eléctrico. A paragem fica na Praça da Figueira (a 5 minutos a pé da Casa Balthazar).
A cidadela do Castelo de S. Jorge é um lugar fascinante para se contemplar a longa história de Lisboa. O local foi ocupado pelos Romanos, Visigodos e Mouros, antes de ser transformado no Palácio Real, no século XIV. Os turistas podem subir às torres, andar pelas muralhas do castelo e admirar as vistas extraordinárias sobre a Cidade e o Rio. Gansos e patos vagueiam pelos jardins do Castelo, plantado com carvalhos, pinheiros e oliveiras.

O pequeno bairro de Santa Cruz também está dentro das muralhas do castelo. Faça uma visita para saber mais sobre o castelo, aproveite os eventos artísticos e culturais ou simplesmente passeie pelas ruas de Lisboa a partir deste miradouro único. 

11 - Bairro Alto: A 5 minutos a pé. 
O Bairro Alto é o centro de vida nocturna de Lisboa que, acredite ou não, já foi quase propriedade privada de um único homem. Foi em tempo um bairro elegante, habitado sobretudo por aristocratas e alpinistas sociais. Depois do terramoto, as classes altas abandonaram esta região que deu forma ao que é hoje o “Bairro” – que atraiu tascas e vida nocturna.

12 - Miradouro de S. Pedro de Alcântara: A 5 minutos a pé. 
O Miradouro de S. Pedro de Alcântara, um mirante conhecido da cidade, já foi muito diferente da elegância que é hoje. A sua restauração foi negligenciada após o terramoto e, graças à sua grande altura, tornou-se popular para os suicídios. Para salvar vidas, outro terraço com jardim foi construído por baixo do principal. 

 

Praias

14 - Cascais: A 10 minutos a pé até à Estação do Cais do Sodré + 20 minutos de comboio.
São poucos os turistas que visitam a capital Portuguesa pelas suas praias, mas têm uma surpresa com a impressionante oferta na área de Lisboa, com 12 praias merecendo a designação de Bandeira Azul. Do Cais do Sodré – a 10 minutos a pé da Casa Balthazar, todas as praias são facilmente acessíveis, estando espalhadas ao longo da linha ferroviária de Cascais, onde poderá descer directamente para as praias da pesca antiga. De Cascais, pode chegar facilmente à Praia do Guincho, tanto de autocarro ou num passeio de meia hora de bicicleta, que pode alugar gratuitamente na estação de comboios. 

15 - Sintra: A 2 minutos a pé até à Estação do Rossio + 35 minutos de comboio.
Também poderá chegar facilmente à deslumbrante e pitoresca Sintra – que tem praia que são uma surpresa para muitos. Estas são a norte do Cabo da Roca, o ponto mais ocidental do Continente Europeu, tal como a Praia da Adraga e, em seguida, a famosa Praia Grande. Da Casa Balthazar pode ir a pé até à estação do Rossio, e apanhar o comboio até Sintra. 

A Sul do Tejo, a enorme costa das praias da Costa da Caparica, onde a sua extensão litorânea representa a maior praia continua em Portugal, com uma extensão de aproximadamente 30 quilómetros. Pode apanhar um autocarro TST na Praça de Espanha ou a Carris nº 75 do Campo Grande, ou até mesmo o Ferry do Cais do Sodré para Cacilhas e, em seguida um autocarro. 

 

Histórias do Mar

14 - Cascais: A 10 minutos a pé até à Estação do Cais do Sodré + 20 minutos de comboio.
Cascais é um antigo porto de pesca, mas também uma cidade moderna e uma espécie de resort. Em frente ao mar, na Baía de Cascais, há cestos de lagostas, barcos alegremente pintados e pescadores grisalhos a discutir futebol. 

Uma curta viagem de comboio pela capital até esta vila, que foi em tempos uma vila de pescadores, e é agora um íman turístico e uma elegante zona residencial, com alguns pontos turísticos de deixar os olhos em bico. 

  

Na Serra Mágica

15 - Sintra: A 2 minutos a pé até à Estação do Rossio + 35 minutos de comboio.
O primeiro centro de arquitectura romântica europeia, a montanhosa Sintra é um lugar mágico de florestas exuberantes e palácios com torres. Como um retiro real, chamou alpinistas sociais que ordenaram boas casas e jardins exóticos. 

Poucos vão querer fazer caminhadas pela Serra, em torno de todos os pontos turísticos e, por isso, o autocarro “hop-on-hop-off” faz o serviço por apenas 5€. Ou pode também apanhar uma carruagem puxada por cavalos para levá-lo pelas colinas que os Romanos chamavam de Montanhas da Lua.

 

Hot Spots para Compras

6 - Avenida da Liberdade: A 6 minutos a pé. 
Criadores Internacionais e Portugueses pintam a Avenida principal de Lisboa.

13 - Feira da Ladra: A 5 a pé + 15 min de eléctrico (Electrico 28 - apanhe no Rua do Ouro).
Esta feira de artigos em segunda mão acontece duas vezes por semana – a partir das 6 da manhã de Terça e Sábado. Aqui encontra tudo desde azulejos antigos a roupa em segunda mão.

17 - Baixa: A 5 minutos a pé. 
O sitio mais movimentado do centro da cidade, com todo o tipo de lojas.

1 - Chiado: A 3 minutos a pé. 
Ruas elegantes, com lojas de design impar aos Armazéns dos Chiado – um mini-shopping.

11 - Bairro Alto: A 5 minutos a pé. 
Com um design vanguardista, de roupas portuguesas e estrangeiras, e vários spots de musica, numa área conhecida pela vida nocturna, e lojas que ficam abertas até altas horas. 

 

 

 

Direcções

Directions - Click here

Pontos de interesse na área do hotel

  • Localizado na zona de negócios
  • Localizado no centro da cidade
  • Localizado na zona de entretenimento
Direcções
GuestCentric - Hotel website & booking technology
VeriSign Secured, McAfee Secure, W3C CSS compliant